terça-feira, 5 de agosto de 2008

Acidentes e Enarmonias


Muito bem, seguindo na idéia do post anterior, exploremos um pouco mais o assunto.
Como vcs ja sabem, o menor intervalo compreendido entre 2 notas em música ocidental é o semitom, assim sendo tomou-se como base fundamental para a estrutura harmônica a chamada ESCALA CROMÁTICA.
Escala Cromática é o conjunto de 12 semitons q definem as notas a serem usadas no Sistema Temperado, base da Música Ocidental, q subvidem uma oitava, isto é, a partir da 13ª nota repete-se a primeira da série.
Além das chamadas Notas Naturais C-Dó, D-Ré, E-Mi, F-Fá, G-Sol, A-Lá e B-Si (se vc não conhecia o Sistema Cifrado Universal, TCHARÃÃÃÃNNN!!!!!) completaremos as 5 notas restantes da escala (afinal ja temos 7 naturais) com os chamados ACIDENTES MUSICAIS.
Não, não, Acidentes Musicais são se referem a Dança do Quadrado e ao Mc Créu (kkkkkkkk, sorry,kkkkkkkkkkkk), eles completam a escala cromática alterando as notas naturais através do uso de 2 ferramentas simples, sendo:

# - SUSTENIDO - Aumenta um semitom a nota natural

b - BEMOL - Abaixa um semitom a nota natural

obs.: Se vc ainda se atrapalha com "abaixa" ou "aumenta", lembre-se, estamos falando da frequência das notas. Assim sendo, AUMENTAR significa "tornar mais agudo", ou seja, rumar para a DIREITA no seu teclado/piano/guita/baixo/violão, e ABAIXAR "tornar mais grave" rumando a esquerda do seu instrumento ok? ;)

Dito isso, podemos definir a Escala Cromática em duas ordens:

ORDEM ASCENDENTE, partindo do C e subindo um semitom a cada passo, usando os Sustenidos, sendo:

C - C# - D - D# - E - F - F# - G - G# - A - A# - B - C
(veja q a 12ª nota é o B, o próximo C ja é a 13ª, a repetição oitava acima da nota inicial)

ORDEM DESCENDENTE, partindo do C e descendo um semitom a cada passo, usando agora os Bemóis, sendo:

C - B - Bb - A - Ab - G - Gb - F - E - Eb - D - Db - C

Estabelecidos os acidentes, vamos ver q existem entre as notas naturais 2 nomes diferentes para a mesma nota, dependendo da ordem adotada (ascendente ou descendente). A esse fenômeno daremos o nome de NOTAS ENARMÔNICAS, ou seja, notas de MESMA ALTURA porém com NOMES DIFERENTES.
Podemos então visualizar a escala cromática num versão mais prática, como apresentado na figura no topo do post :)


obs.1.: O gráfico define as notas naturais ao centro e as enarmonias figurando exatamente na mesma direção na vertical.
obs.2.: Surgem ai 2 enarmonias por vezes ignoradas por muitos, mas fundamentais para a compreensão e montagem de acordes com suas Tônicas iniciadas em acidentes, o E# - F // Fb - E e B# - C // Cb - B, funcionando EXATAMENTE DA MESMA FORMA das outras semelhantes.

Por hora ficamos assim, voltaremos a essa assunto em breve.

Abraços a todos :)

3 comentários:

Vagner disse...

mais um post legal daniel, Mi sustenido neles!

Daniel Lima disse...

E Sharp Rocks !!!!!!!!!!!

\x4b\x75\x63\x6f disse...
Este comentário foi removido pelo autor.